Geral

Google e sua oferta mega bilionária para o Snapchat

Google teria feito oferta mega bilionária para comprar o Snapchat

Continuamos ouvindo que o Google lançou uma oferta de pelo menos US$ 30 bilhões para comprar o Snapchat no início de 2016. Três pessoas, incluindo pessoas dentro e perto da empresa, confirmaram separadamente que ouviram a conversa e o preço entre círculos da indústria de tecnologia.

Não está claro o quão formal são as discussões, mas Snap e Google estão muito próximos. Conversas informais entre as empresas são frequentes no mundo da tecnologia, especialmente em torno de grandes eventos, como uma oferta pública inicial ou uma grande rodada de angariação de fundos.

A oferta inicial do Google teria sido discutida logo antes do Snap ter levantado a série F de financiamento privado em maio de 2016, valorizando a empresa em US$ 20 bilhões. CapitalG, o fundo de capital de crescimento gerenciado pela empresa-mãe do Google, Alphabet, acabou participando silenciosamente da rodada.

Uma pessoa disse que Google e Snap também tiveram discussões sobre uma compra potencial logo antes do IPO da Snap em março, e que uma oferta no balcão de US$ 30 bilhões estava na mesa desde o IPO.

As ações do Snap estão sendo negociadas em cerca de US$ 12,50 e têm um limite de mercado de aproximadamente US$ 14 bilhões, bem abaixo da avaliação de US$ 24 bilhões em que ele classificou seu IPO.

Ao ser procurado para comentar o assunto, um representante do Snap disse que, até a discussão formal, “esses rumores são falsos”. O Google não quis comentar.

Uma possível motivação por trás dos rumores é que as pessoas esperam que o Snap seja adquirido. Mas os rumores persistiram por meses e eles estão sendo falados como fato tanto dentro como fora da empresa por muitas pessoas em posição de saber.

As duas empresas já estão próximas. Fontes dizem que há um respeito mútuo entre a liderança de cada lado e o presidente executivo da Alphabet, Eric Schmidt, é um dos primeiros conselheiros do CEO Evan Spiegel. O Snap é um dos maiores clientes do Google Cloud e usa o conjunto de aplicativos do Google internamente.

Evan Spiegel CEO Snapchat
Evan Spiegel CEO Snapchat

Mas por que o Snap?

O Google sempre quis possuir uma rede social quente e tentou várias vezes com produtos como o Google Plus e o Google Buzz. Em 2013, teria rondado o Snapchat por US$ 4 bilhões, enquanto Spiegel recusou uma oferta do CEO do Facebook, Mark Zuckerberg.

Juntar forças com o Google também poderia ajudar o Snap a rentabilizar melhor sua plataforma – o Google está aproveitando a grande maioria de todo o dinheiro do anúncio digital – e poderia ser um bom caminho para que Spiegel ficasse com Zuckerberg.

Por que esse acordo pode não funcionar 👇🏽👻

Cabe só a Spiegel, de 27 anos, decidir se vende o Snap. Pessoas próximas à empresa disseram que ele é ferozmente independente e não mostrou nenhum interesse sério em vender.

Ele é amplamente considerado um CEO visionário que valoriza a execução de sua empresa no Sul da Califórnia, fora da bolha do Vale do Silício, onde o Alphabet está sediada.

Também não está claro como Spiegel e seus aproximadamente 2.500 funcionários se integrariam ao Google ou Alphabet. Spiegel não se considera um tipo de executivo que gostaria de se reportar a um chefe.

* Créditos: Digiday
* Confira o post original (inglês) aqui 👉🏻 http://www.businessinsider.com/google-offered-to-buy-snapchat-for-at-least-30-in-early-2016-insiders-say-2017-8

Sobre o autor

mm

Ana Karla Martins

Jornalista por natureza, empresária por opção em busca de formas para tornar o mercado da comunicação mais inovador. Editora da Revista Rulez, co-fundadora do Banzai Coworking e idealizadora do movimento Realiza Bonita!